Doe

“Estamos voltando ao passado para rifar o futuro”

22/09/2016, às 18:13 | Tempo estimado de leitura: 3 min
Alessandra Cardoso, assessora política do Inesc, afirma que o presidente Michel Temer foi vender o Brasil em evento promovido pela Câmara Americana de Comércio no Brasil (Amcham Brasil), em Nova York.

O discurso do presidente Michel Temer em evento promovido esta semana pela Câmara Americana de Comércio no Brasil (Amcham Brasil) em Nova York não deixa mais dúvidas: “Estamos voltando ao passado para rifar o futuro. Temer foi vender o Brasil nos Estados Unidos, assim como foi vender para a China na reunião do G20, dizendo que a parceria de investimentos vai abrir mão inclusive da legislação ambiental, que vai exigir licenças aceleradas para garantir investimento em infraestrutura”, afirma Alessandra Cardoso, assessora política do Inesc, em entrevista à Rede Brasil Atual.

Segundo Alessandra, Temer tenta vender o país a quem estiver disposto a apostar no pacote neoliberal adotado após o golpe parlamentar dado no final do mês passado. É uma clara volta ao passado, diz a analista. “Temer está tentando retomar um pacote ultra-neoliberal que foi tentado nas décadas de 1980 e 1990, e foi interrompido porque é um caldeirão de tensões e de ofensiva a direitos, de flexibilização de legislação, de ofensiva à Constituição e de privatização que não vai resolver o problema estrutural de crescimento do país”, diz Alessandra.

O pacote de reforma trabalhista, previdenciária e de privatização que Temer apresentou a investidores também não vai resolver o problema estrutural do país do ponto de vista da retomada do crescimento, avalia a analista. “O que vamos fazer é aprofundar as desigualdades, a incapacidade do país de construir uma saída a longo prazo para o problema da crise que está posta e que tem um fator político muito evidente.”

Leia também:

Parceria com a China tem trazido mais danos do que benefícios ao Brasil

Primeira leva de retrocessos passa no Congresso: o que mais vem por aí?

Categoria: Notícia
Compartilhe

Conteúdo relacionado

  • Candidaturas Coletivas nas Eleições 2022
    Estudo do Inesc, em parceria com o coletivo…
    leia mais
  • Foto: José Cruz/Agência Brasil
    Orçamento secreto é controlado por pequeno...
    O orçamento secreto movimentou entre 2020 e outubro…
    leia mais
  • Perfil dos eleitos nas Eleições de 2022
    Pesquisa realizada pelo Inesc, em parceria com o…
    leia mais
  • Equipe do Inesc na COP 27: Iara Pietricovsky, Tatiana Oliveira, Leila Saraiva, Cássio Carvalho e Livi Gerbase.
    COP 27 – Apesar do pouco avanço glob...
    A 27ª edição da Conferência do Clima (COP…
    leia mais
  • COP 27: Brasil precisa fazer uma transição...
    Representantes do legislativo brasileiro, de sindicatos dos trabalhadores…
    leia mais