Donate

Eurodeputados chamam Temer de ‘ilegítimo’ e criticam golpe parlamentar no Brasil

09/06/2016, 11:58 AM | Estimated reading time: 2 min
Comunicado da delegação do Podemos no Parlamento Europeu também denuncia a repressão policial às manifestações pacíficas contra o governo brasileiro.

Representantes do partido espanhol Podemos no Parlamento Europeu denunciaram nesta terça-feira (6/9), em um comunicado para a imprensa, a reunião entre o presidente Michel Temer com o presidente do governo interino espanhol, Mariano Rajoy, no encontro de cúpula do G20, na China, afirmando que o representante brasileiro chegou ao poder de maneira ‘ilegítima’ após um ‘golpe parlamentar contra a democracia brasileira’.

Os eurodeputados Miguel Urbán e Xabier Benito também criticaram a violenta repressão contra manifestações pacíficas que exigem a saída de Temer e o fim da agenda neoliberal de privatizações e corte nos gastos sociais, implementada pelo novo governo, após a saída da presidenta eleita Dilma Rousseff.

“Temer não apenas deu um golpe de Estado para chegar ao governo, como também está protagonizando um retorno anti-democrático ao governo das elites brancas, patriarcais e cujo projeto econômico é excludente”, afirma Urbán.

Leia aqui a íntegra do comunicado dos eurodeputados do Podemos, em espanhol.

Category: Notícia
Share

Related content

  • Brasília - Casa da Mulher Brasileira ( Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
    Casa da Mulher Brasileira não recebe verba...
    Sorry, this entry is only available in Brazilian…
    read more
  • Foto: Geuza Morgado/CPT Marabá
    Mulheres promovem ato contra a mineração d...
    Sorry, this entry is only available in Brazilian…
    read more
  • Se Bolsonaro perder, a extrema direita ain...
    Sorry, this entry is only available in Brazilian…
    read more
  • X Fospa: Inesc fortalecerá debates sobre b...
    Sorry, this entry is only available in Brazilian…
    read more
  • Movimentos sociais lançam campanha em defe...
    Sorry, this entry is only available in Brazilian…
    read more