Doe

Dia Nacional da Visibilidade Trans

29/01/2018, às 10:40 (atualizado em 16/03/2019, às 22:35) | Tempo estimado de leitura: 3 min
De acordo com a ONG Transgender Europe (TGEu), o Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo

No dia 29 de Janeiro – Dia Nacional da VisibilidadeTrans – busca-se dar visibilidade para travestis, transexuais, mulheres e homens trans, grupo que ainda vive em situação de vulnerabilidade social devido à transfobia.

De acordo com a ONG Transgender Europe (TGEu), o Brasil é o país que mais mata pessoas trans no mundo.Em pesquisa divulgada pelo Grupo Gay da Bahia, o número de assassinatos de pessoas trans no Brasil no último ano aumentou em 6%, sendo que as transexuais e travestis negras foram maioria (38%) entre as mortes de LGBTIs no país em 2017.

Isso ocorre porque há interseccionalidade nas desigualdades, ou seja, as mulheres trans negras são vítimas de violências e discriminações de diversos tipos: machismo, transfobia, racismo e, em muitos casos, também por serem pobres.

Entre as pautas dos movimentos sociais estão a questão da inserção no mercado de trabalho, a despatologização, a saúde e, principalmente, a redução da violência.

Saiba mais sobre as contribuições do Inesc para a conscientização e visibilização da população trans no Brasil:

Oito de Março para Luana e Veronica

Visibilidade trans: alguns avanços não escondem graves violações dos direitos humanos

Eu te desafio a me amar

Assista também ao vídeo produzido pelo Inesc sobre inserção de pessoas transexuais no mercado de trabalho, com a participação de Ludymilla Santiago, integrante do Fórum Nacional de Travestis e Transexuais Negras e Negros do Brasil – FONATRANS; Wanda Marques Araújo, ativista na União Libertária de Travestis e Mulheres Transexuais – ULTRA e Miguel Haaran, estagiário do Inesc e integrante da Cia de Teatro Bisquetes:

Categoria: Notícia
Compartilhe

Conteúdo relacionado

  • “Funai se transformou em Fundação Anti-ind...
    Sob o governo Bolsonaro, a Fundação Nacional do…
    leia mais
  • Fundação Anti-indígena: um retrato da Funa...
    Este documento, produzido pelo Inesc e pela associação…
    leia mais
  • Sub-representação de negros, indígenas e m...
    O objetivo deste informativo é provocar o debate…
    leia mais
  • Foto: Max Valencia/ FAO
    Orçamento para combater a violência contra...
    O Brasil registrou 1.350 casos de feminicídio em…
    leia mais
  • A língua é minha pátria?
    [caption id="attachment_32859" align="alignnone" width="1280"] Márcia Acioli/manifestação[/caption] As línguas…
    leia mais