Doe

Cuidado com a pegadinha do governo sobre renda básica permanente!

31/08/2020, às 12:13 (atualizado em 02/09/2020, às 11:42) | Tempo estimado de leitura: 2 min
Queremos uma Renda Básica permanente que garanta condições de vida dignas para as famílias mais pobres, fortaleça a economia e reduza as desigualdades!

O governo brasileiro e o Congresso Nacional estão dando todos os sinais de que pretendem instituir uma Renda Básica permanente no Brasil. Mas tem uma pegadinha: a equipe econômica tem falado de uma política tímida, em valores muito baixos, e que na prática eliminaria outros programas sociais para substituí-los por um pior e que atende menos gente. Não podemos deixar isso acontecer!

Por isso, as 270 organizações e redes que compõem a campanha Renda Básica Que Queremos elaboraram um documento com critérios a serem considerados pelos parlamentares na criação de uma política que atenda de fato a busca por equidade e direitos de cidadania.

É importante reconhecer e fortalecer o sistema de proteção social construído desde o processo constituinte de 1988. Vários sistemas e políticas públicas foram criados, que mesmo com limites, possibilitaram avanços significativos na construção de uma sociedade mais igualitária e justa. Citamos o SUS, SUAS, universalização da educação, políticas de fortalecimento da agricultura familiar e segurança alimentar e de enfrentamento à fome, além do próprio Programa Bolsa Família. Portanto uma Renda Básica Permanente deve ser implementada sem prejuízo de outras políticas de proteção social já implementadas.

>>> Leia o documento aqui

A lei da Renda Básica emergencial foi aprovada no Congresso em março, após uma grande campanha da sociedade civil, proposta por cinco organizações, entre elas o Inesc. Saiba mais sobre a campanha em www.rendabasica.org.br

Categoria: Notícia
Compartilhe

Conteúdo relacionado

  • Descaso com pandemia e direitos humanos ma...
    Artigo originalmente publicado no Congresso em Foco  …
    leia mais
  • Um país sufocado – Balanço do Orçame...
    Relatório do Inesc "Um país sufocado - balanço…
    leia mais
  • Baixa execução financeira e lentidão do go...
    O governo federal deixou de gastar R$ 80,7…
    leia mais
  • Foto: EBC
    Arrocho fiscal detona direitos dos que mai...
    O governo federal anunciou na última sexta-feira (22/5)…
    leia mais
  • Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
    Inesc conclui Curso de Formação para Conse...
    Após quase três meses de atividades, chegou ao…
    leia mais