Doe

A Cooperação Brasileira para o Desenvolvimento Internacional na Área de SAN

17/03/2015, às 20:55 | Tempo estimado de leitura: 1 min
Nos últimos anos, o Brasil tem-se firmado internacionalmente no campo da cooperação internacional. Considerado estratégico por tradicionais doadores do Norte, o país continua sendo receptor da Assistência Oficial ao Desenvolvimento (AOD). E mais: essa cooperação praticamente triplicou entre 2010 e 2012, passando de US$ 453 milhões para cerca de US$ 1,3 bilhão no período, quando se manteve relativamente estável no seu conjunto, em torno de 0,3% do PIB dos países doadores.
Categoria: Artigo
Compartilhe

Conteúdo relacionado

  • Candidaturas Coletivas nas Eleições 2022
    Estudo do Inesc, em parceria com o coletivo…
    leia mais
  • Foto: José Cruz/Agência Brasil
    Orçamento secreto é controlado por pequeno...
    O orçamento secreto movimentou entre 2020 e outubro…
    leia mais
  • Perfil dos eleitos nas Eleições de 2022
    Pesquisa realizada pelo Inesc, em parceria com o…
    leia mais
  • Equipe do Inesc na COP 27: Iara Pietricovsky, Tatiana Oliveira, Leila Saraiva, Cássio Carvalho e Livi Gerbase.
    COP 27 – Apesar do pouco avanço glob...
    A 27ª edição da Conferência do Clima (COP…
    leia mais
  • COP 27: Brasil precisa fazer uma transição...
    Representantes do legislativo brasileiro, de sindicatos dos trabalhadores…
    leia mais