Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Seções
Você está aqui: Página Inicial Notícias Notícias Gerais 2011 Setembro Manifesto contra corrupção movimenta Rio de Janeiro
Você está aqui: Página Inicial Notícias Notícias Gerais 2011 Setembro Manifesto contra corrupção movimenta Rio de Janeiro

Manifesto contra corrupção movimenta Rio de Janeiro

Publicado em 20/09/2011 11:19

Matéria retirada do portal do Contas Abertas no dia 20 de setembro de 2011

Dyelle Menezes e Lucas Marchesini
Do Contas Abertas

Está marcado para hoje o manifesto “Todos Juntos Contra a Corrupção”. Idealizado por um pequeno grupo de cariocas, o protesto vai acontecer no Rio de Janeiro, às 17h, na Praça da Cinelândia, em frente à Câmara dos Vereadores. Até o fechamento da matéria, mais de 33 mil pessoas haviam confirmado presença na página do evento na rede social Facebook.

A empresária Cristine Ferreira, uma das organizadoras do ato, afirma estar bastante otimista e espera uma mobilização semelhante à ocorrida no último dia 7 de setembro na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, quando 25 mil pessoas protestaram contra a corrupção. A positividade em relação à presença massiva da sociedade está baseada na grande adesão que o movimento ganhou de Sindicatos e Organizações Não Governamentais (Ong`s), como a Rio da Paz.

O objetivo do Todos Juntos Contra a Corrupção é “que a população acorde para as irregularidades que afligem o sistema público do Brasil”, afirma Cristine. “Sabemos que este é o início de um caminho que não vai ser fácil”, completa a empresária. Muitas das reivindicações da marcha já se encontram em Projetos de Lei (PL) que estão em algum ponto do rito de tramitação no Congresso Nacional.

Esse é o caso do PL 6616/2009, que torna o peculato, concussão, corrupção passiva e corrupção ativa crimes hediondos. Segundo a Frente Parlamentar Mista do Combate à Corrupção, a proposta já está pronta para a pauta.

Já a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 349/200, que acaba com o voto secreto em julgamentos de casos de impeachment, está ainda mais avançada. Em 2006, em sessão na Câmara dos Deputados, a PEC foi aprovada por unanimidade. Na ocasião, 383 parlamentares se declararam a favor da Emenda. Porém, desde então, a proposta espera para ser julgada em segundo turno, tendo sido retirada da pauta do dia diversas vezes.

Para tentar aprovar a Emenda 349, será lançada hoje, às 16h, no Salão Nobre da Câmara, a Frente Parlamentar em Defesa Pelo Voto Aberto. O coordenador da Frente, o deputado paulista Ivan Valente (PSOL), ressaltou a importância do ato. “Com a absolvição da deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF), ficou demonstrado que o voto fechado para questões de decoro parlamentar e ética não se sustenta mais”, explica.

Assim, as atividades da frente devem começar imediatamente. O primeiro passo é pedir que a proposta seja incluída na ordem do dia. “Vários líderes assinaram o documento para criar a Frente, então a pressão deve crescer”, pondera o parlamentar. Para aumentar a atenção na PEC, Valente disse que os membros da frente pretendem percorrer o Brasil e participar de todas as manifestações que acontecerão no dia 12 de outubro em Belo Horizonte, Brasília, Florianopólis, Recife e São Paulo.

“A ideia [da Frente] é interessante e vai de encontro com o que o movimento propõe”, afirma Cristine. Contudo, o protesto quer ir além das possíveis mudanças que os órgãos públicos ou a legislação podem sofrer. “Nós, como sociedade, passamos muito tempo quietos, a mobilização em si é o fato mais importante”, explica.

A logomarca oficial do protesto pode ser baixada no endereço eletrônico www.contracorrupcao.com.br .

Ações do documento

Comentários (0)

Apoio Institucional
  • apoio20.png
  • apoio18.png
  • apoio19.png
  • logobaixos.png
  • apoio13.png
  • apoio12.png
  • apoio10.png
  • apoio8.png
  • logoCEA.png
  • apoio9.png
  • apoio7.png
  • apoio6.png
  • apoio4.png
  • logosnf.png
  • logobrot.png