Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Seções
Você está aqui: Página Inicial Notícias Notícias do Inesc 2018 Maio O que precisamos saber sobre a reunião de primavera do FMI e Banco Mundial
Você está aqui: Página Inicial Notícias Notícias do Inesc 2018 Maio O que precisamos saber sobre a reunião de primavera do FMI e Banco Mundial

O que precisamos saber sobre a reunião de primavera do FMI e Banco Mundial

Publicado em 09/05/2018 16:50

Inesc analisa e comenta os principais debates do encontro, que aconteceu de 16 a 22 de abril, em Washington (EUA).

Redação Brasil de Fato

Reunindo em Washington (EUA) os principais líderes econômicos mundiais para analisar os desafios globais, o encontro de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial abordou diversos temas que influenciam direta ou indiretamente a vida de cada cidadão no mundo.

Com informações exclusivas ao Brasil de Fato, Grazielle David, assessora política do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), e Iara Pietricovsky, do colegiado de gestão do Inesc, trouxeram análises e comentários sobre os principais debates do encontro, que aconteceu de 16 a 22 de abril.

Para início de conversa, Iara Pietricovsky explica por que é importante acompanhar as decisões que são tomadas em encontros como o de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, e qual é o impacto - e influência -  delas para o Brasil:

Grazielle fala sobre a importância do Brasil se atentar ao documento "Monitor Fiscal: capitalizando em tempos bons", lançado na quarta-feira (18).

Austeridade

Tendo como base o documento organizado pelo Inesc "Direitos humanos em tempo de austeridade", neste vídeo, Grazielle fala sobre o questionamento feito aos diretores executivos do FMI sobre o apoio às medidas de austeridade no Brasil, como a Emenda Constitucional 95/2016, que trata do teto dos gastos públicos. Confira!

Corrupção

A revisão do Guia de Governança do FMI para o tema da corrupção também foi lançada. A edição tratou sobre o novo papel que o FMI pretende desempenhar no monitoramento e recomendações aos países. Segundo Grazielle, é preciso prestar atenção ao fato de que o Fundo Monetário sinalizou que irá "de forma mais ativa, monitorar as políticas nos países". Confira o comentário abaixo.

Ações do documento

Comentários (0)

Apoio Institucional
  • apoio18.png
  • apoio19.png
  • apoio13.png
  • apoio10.png
  • logoCEA.png
  • apoio9.png
  • apoio6.png
  • logosnf.png
  • logobrot.png